Prevenção à Covid: Justiça proíbe reuniões presenciais na Câmara de Bom Jesus do Norte

Após ação do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Bom Jesus do Norte, a Justiça atendeu o pedido de liminar para que a sessão legislativa daquele município, marcada para esta quinta-feira (16), assim como todas as outras agendadas para o período vigente da pandemia do novo coronavírus, aconteçam somente de forma virtual.

Atualmente, de acordo com o mapa de risco divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Bom Jesus do Norte encontra-se classificado como de Risco Alto 1. Dessa forma, o MPES emitiu Notificação Recomendatória e ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) em face da Câmara Municipal para que as medidas sanitárias de prevenção à Covid-19 sejam respeitadas, evitando aglomeração e mantendo-se o isolamento preconizado pelos órgãos públicos de saúde.

A sessão realizada na quinta-feira, onde foram rejeitadas as contas de 2016 do ex-prefeito Ubaldo Martins que agora está inelegível, aconteceu de forma virtual. Os vereadores tiveram, no início da reunião até o fim, com quase três horas de duração, dificuldade para lidar com a plataforma de videoconferência.

Aqui Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: