Termômetros e aparelhos para verificar a pressão arterial que usam mercúrio estão proibidos no país – Blog Tininho Máximo

Termômetros e aparelhos para verificar a pressão arterial que usam mercúrio estão proibidos no país

A fabricação, a importação e a comercialização de termômetros e aparelhos para verificar a pressão arterial que usam mercúrio está proibida no país a partir desta terça-feira, dia primeiro de janeiro.

A medida é parte de uma convenção assinada em 2013 pelo Brasil e por outras 140 nações para eliminar o uso de mercúrio em diferentes produtos, como pilhas, lâmpadas e equipamentos para saúde, já que o elemento apresenta riscos à saúde humana e ao meio ambiente.

É sabido que a exposição ao mercúrio por longos períodos causa, por exemplo, problemas à tireoide e ao sistema nervoso central.

Com a proibição em vigor, os serviços de saúde também ficam proibidos de usar equipamentos que utilizam coluna de mercúrio e eles devem fazer o descarte deles seguindo resolução da Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Já as pessoas que têm em casa um termômetro de mercúrio podem continuar usando.

Mas o Ministério da Saúde alerta que é preciso ter cuidado no armazenamento e na manipulação para que não ocorra a quebra do vidro.

Se isso acontecer, mesmo com a quantidade de mercúrio presente em um termômetro de uso residencial sendo pequena, é preciso tomar alguns cuidados, como isolar o local e não permitir que crianças brinquem com as bolinhas de mercúrio e juntá-las com a ajuda de um papel cartão ou fita adesiva, para não ter contato direto. É preciso também abrir as janelas para arejar o ambiente.

Também é importante colocar o mercúrio recolhido para um recipiente e cobrir com água para minimizar a formação de vapores de mercúrio. Feche o recipiente para descarta em local apropriado, depois.

Da redação da Rádio 96.9 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: